Quatro razões para permanecer sem dinheiro

14 de agosto de 2017 | por André Sequeira

Desprezar os pequenos valores

A pequena despesa nem sempre é um problema. O erro começa quando ela é ignorada, como quando se deixa passar alguns centavos numa negociação ou quando assume parcelas pequenas de algum produto. Ambas situações ocorrem com frequência e podem alterar, significativamente, a planilha de controle de gastos. Lembre-se: uma prestação de R$19,90 pode parecer baixa, mas, no fim, vai se tornar uma quantia alto. Pior se houver juros.

 

Não se esforçar para uma boa negociação

Segundo pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Cliente (SPC) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em 2015, 84% das pessoas admitem que compram por impulso. Ou seja, notam uma mercadoria e compram sem ao menos refletir por um instante. Fora isso, o brasileiro não tem a cultura de negociar preços, eles aceitam, em geral, pagar o que é pedido pelo vendedor. Se todos evitassem o consumo por impulso, pesquisassem preços e negociassem valores no momento da compra, tenha certeza de que os gastos mensais seriam aliviados mês a mês.

 

Não ter percepção financeira

Percepção financeira, segundo o consultor financeiro Gustavo Cerbasi, é pensar como um banqueiro ou um bom empreendedor. Eles sabem como usar o dinheiro dos outros e lhe dão um fim que rende ao dono mais do que ele investiu previamente. Colocando em nossa realidade, a maioria das pessoas não pensa – ou não estuda – as melhores opções e arrisca-se em negócios pouco rentáveis e que só as farão ficarem mais endividadas.

 

Não saber aonde quer chegar

Você sabe quais seus reais objetivos? Quanto de sua renda você planeja poupar e investir? Quando vai se aposentar? Não interessa quanto você ganha e quanto pretende se esforçar. Os meios para atingir suas metas devem estar sempre claros. A grande diferença entre ricos e pobres é que os primeiros sabem, em geral, fazer planos. Concentre-se e defina onde quer chegar.

 

Dicas de leitura:

 

Casais inteligentes enriquecem juntos

 

Dinheiro: Os segredos de quem tem

 

Empreendedores inteligentes enriquecem mais

 

TAGS: